Desafio: 2013!

O novo ano já cá canta e todos o encaramos como um ano de dúvidas, incertezas, alguns receios e até dificuldades nalguns campos, mas quero acreditar que temos que o encarar como um ano de desafios, para aproveitar ao máximo e acima de tudo para fintar ao máximo. E nisso somos exímios. Dar a volta é connosco e se for em boa forma, física e mental, melhor.
Por isso nada de lamechices, carpir mágoas e chorar sobre o leite derramado. Toca a arregaçar as mangas e pôr mãos à obra e nada como ter sempre truques na manga para o levarmos da melhor forma.

O lema de 2013 é aproveitar o tempo da melhor forma e aproveitar o que temos para daí tirar o melhor partido.

Eu já fiz a minha checklist de “truques” para fintar o tempo e os tempos e partilho convosco algumas dicas.

Andar de bicicleta
E não precisam de ter uma. Basta terem vontade. Em Cascais estão disponíveis 250 bicicletas distribuídas ao longo da vila em diferentes locais. Chamam-se “BiCas” e podem ser usadas gratuitamente a partir de 3 lugares específicos: junto à estação da CP de Cascais (Largo da Estação), junto ao Posto de Informação de Turismo da Natureza (eco-cabana), sensivelmente em frente à Casa das Histórias Paula Rego (Av. da República, Cascais), ou na Guia (Av. Nossa Senhora do Cabo, Cascais). Um conselho, cheguem bem cedinho. Convencidos?

Andar de patins em linha
Cada vez mais na moda, fáceis de transportar, não gastam gasolina nem poluem o ambiente e ainda contribuem para uns glúteos bem definidos! No paredão de Carcavelos, no de Algés ou Cascais, ou mesmo junto à antiga doca do Espanhol, muitos são os sítios onde podem trocar os ténis por patins e dar umas voltinhas. No limite, entre quedas e semi-quedas, dão umas valentes gargalhadas que fazem bem ao coração e aliviam o stress. Como dizia o outro “rir é o melhor remédio”.

Ir para fora cá dentro
As viagens fazem parte da rotina e estilo de vida de muitos portugueses, nomeadamente durante os anos 90 e até 2008 ou 2009. Porém este ano muitos foram já os que renunciaram a este prazer (e terapia!) em prol de um orçamento mais equilibrado e que permita viver de cabeça tranquila.
Mas quem diz não viajar pode não querer dizer, não sair de casa! E que tal umas escapadelas low cost cá dentro?
Estejam atentos aos vouchers Sapo.pt, às promoções das Casas Brancas.pt no Alentejo, aos forretas.com ou troquem as voltas ao típico fim-de-semana fora e tirem antes dois dias e saiam de Domingo a Terça, os preços caiem para metade e poderão usufruir de muito mais na vossa escapadela, como uma jantar a dois ou uma petiscada á beira-mar.

Dedicar-me à culinária
Dedicarmo-nos a alguma coisa por brincadeira ou mera curiosidade, traz por norma melhores resultados (nem que seja para a cabeça) do que se o tivermos que fazer por obrigação.
Assim, metam mãos à obra. Comecem por tentar fazer ou replicar pratos dos quais gostem, petiscos que tenham provado num lugar qualquer e que nunca se imaginaram a fazer, um bolo ou sobremesa que viram no programa do Ramsay mas que na altura acharam “adorava saber fazer, mas não tenho tempo para isto”. Desculpas.
Comprem em primeiro lugar um caderno/livro do vosso agrado para ser o vosso Cook Book, o vosso companheiro nesta aventura da culinária, e comecem a escrever receitas que vejam na tv, que a tia X ou Y vos passe de boca ou mesmo tentativas de sucesso que tenham feito mesmo que a cozinha tenha ficado o caus! E aproveitem o inverno para isso. Mau tempo, chuva e nada para fazer? Nem por isso, basta querer.
Vão ver que não só servirá de terapia, como começam a ganhar-lhe o gostinho e preferir convidar amigos para lá ir jantar a casa ao invés de irem todos jantar fora. E verão que fica bem mais barato e é bem mais agradável.

 

Renovar o visual…em casa!
Sim é possível. E indispensável, num ano que se olha como cinzento, escuro, pesado, há que enfrentá-lo como uma lady, e já agora de cara lavada.
Mudem. Mudem. Mudem. Mudar é a palavra de ordem. Juntem duas ou três amigas uma tarde e decidam. Uma é expert em arranjar as sobrancelhas e as vossas até estão piores que as de homem? Não hesitem, sobrancelhas, check!
A outra até se ajeita com a tesoura a dar uns toques no cabelo? Força, escadeiem, cortes, arrisquem numa franja, pintem, mudem de cor., vale tudo. Hoje em dia têm óptimas opções de coloração que dura uns dois ou três meses, sem amoníacos, fáceis de aplicar e que em 30 minutos vão fazer milagres pelo vosso visual, pela vossa auto estima, e pela vossa carteira!

Acima de tudo 2013 é o ano da renovação, da aprendizagem, do ser inteligente nas escolhas, nas compras, no aproveitar do tempo, nas decisões. Por isso, deem largas à vossa imaginação, levantem-se do sofá e deem uma lição a vocês próprias e ao Mr.2013!

Palavra de P.
por Paula Salgueiro

« « 2013 a Ouro & Prata | Saldos: Top 10! » »

Comentar

Comentários

Deixe o seu comentário