Hoje estou pelos cabelos

Pelos cabelos! Foi assim que me senti a semana passada quando dediquei 5 minutos do meu tempo a observar com atenção, ao espelho, os meus queridos fios de cabelo de que tanto me orgulho.

O primeiro impulso foi gritar. Gritar bem alto. Gritar que não é justo. Tantos cuidados, tanta dedicação, rios de dinheiro em séruns, máscaras e champôs de todo o tipo e mesmo assim não consegui fugir àquele grupo (que deve rondar os 99%) de mulheres, que acaba o verão com os cabelos em pé. Ou melhor, com um cabelo de pôr os nervos em pé.

A herança destes meses fantásticos em que o sol é rei, em que se sucedem mergulhos no mar e nas piscinas que se cruzam connosco, é um conjunto considerável de fios secos, opacos, quebradiços e rebeldes. Pois bem, depois de três meses de sol, areia, sal e vento, é então hora de recuperar o estrago!

A palavra de ordem é CORTAR!  Aconselho-vos a adotarem um corte novo radical, ou então cortar apenas umas pontas, o importante é que cortem para o cabelo não começar a quebrar. E foi o que fiz. Um corte generoso a esta melena que quase dizia olá à minha cintura e, uma sensação de vida nova no final da sessão.

Depois podem pedir à(o) vossa(o) cabeleireira(o) para vos fazer uma hidratação profunda para o cabelo voltar a ganhar força e ficar mais forte e brilhante. São mais uns euros é verdade, mas vos garanto que vale a pena e que passam os próximos meses de inverno com um cabelo à prova de bala. E de vento, e de secador, e de pentes, e de escovas…

Seja como for, nada como ter alguns truques na manga, para conseguirem pôr em prática algumas destas dicas em casa, caso este mês a ida ao cabeleireiro faça tanta mossa no vosso orçamento como um camião no meu belo Fiat 500!

Pelo menos uma vez por semana, apliquem uma máscara hidratante para manter o brilho e a saúde. Ainda molhados, apliquem uma mistura de meio abacate e uma clara de ovo. Deixem agir por 20 minutos com a cabeça coberta por uma toalha ou touca térmica e enxaguem. Não acreditam? Experimentem e verão.

Para os cabelos oleosos (e não caiam no erro de achar que cabelos oleosos não precisam de hidratação), apliquem antes uma máscara de meio abacaxi com uma colher de chá de óleo de amendoim ou de soja batida no liquidificador.

Para nutrir cabelos pintados por seu lado, optem por um banho de chá de erva-cidreira duas vezes por semana.

E porque nunca sabemos quando somos surpreendidas por um evento, festa ou reunião inesperados, deixo-vos um truque que faz milagres pelo vosso rico cabelo! Mas no curto prazo, pois é apenas uma “maquilhagem” de última hora, não serve como tratamento de hidratação profunda: dissolvam uma folha de gelatina sem sabor numa chávena de água morna e apliquem no cabelo húmido do meio para a ponta. Deixem secar naturalmente. Et voilá.

Para as mais práticas e que não têm tempo ou paciência para as mezinhas da avozinha, as gamas de marcas de retalho hoje disponíveis, são sem duvida excelentes opções de tratamento e manutenção dos cabelos secos e estragados e existem já de variadíssimas marcas e para todas as bolsas.

Sou fã da L’Oreal Absolut Repair. Uma linha reconstrutora mas que me deixa o cabelo mais macio que seda. E isso é uma das minhas exigências. O que faço é, lavar com o champô, tirar o excesso de água dos cabelos com a toalha e aplicar de seguida a ampola. Espero uns 10 minutinhos (enquanto aproveito para tratar de tirar o verniz das unhas já quase presente só em duas ou três) e sem enxaguar, aplico a máscara. Mais 5/8 minutos, enxaguo e passo o condicionador. Resultado: um cabelo de sonho, e olhem que sou exigente. 

Antes de outras opções de que sou fã, tenho que vos apresentar uma marca que descobri no outro dia numa loja que não conhecia, bem no centro de Lisboa e que vos posso dizer que foi uma aposta ganha! Já tinha ouvido falar, mas sinceramente nem sequer sabia onde se vendia. Quando ali entrei (como que no mundo encantado dos cremes, champôs, elixires, máscaras e bálsamos) e me deparei com a John Masters Organics, não hesitei. Pedi um breve aconselhamento, e decidi-me pelo champô, o amaciador e o sérum para pontas espigadas. Não posso dizer que sejam ao preço da chuva (pelo contrário), mas não posso negar que valem cada cêntimo.

– Champô: elaborado para renovar e reconstruir cabelos danificados, fortalecendo-os a cada lavagem. Os nutrientes do mel e do hibisco penetram no cabelo e proporcionam um agradável perfume. Não contém lauryl sulfato de sodium. É passível de ser utilizado em cabelos pintados.

–  Amaciador de cuidado super intensivo para revitalizar e restaurar o cabelo.

–  Tratamento biológico para evitar pontas espigadas nos cabelos secos: aplicar 1 a 3 gotas no cabelo seco ou molhado. Pode também ser adicionado em qualquer outro produto da linha de cabelo John Masters Organics para um tratamento mais intensivo e nutritivo.

A Schwarzkopf tambem leva o meu aplauso. Desenvolveu uma gama, BC Bonacure, com dois inovadores produtos finalizantes a que chamou BC Oil Miracle que, ao combinarem as propriedades de óleos essenciais como óleo de Aragão com formúlas revolucionárias (baseadas na tecnologia de evaporação), permitem ao cabelo adquirir brilho e suavidade sem sobrecarregar. Os cabelos ficam mesmo brilhantes, nutridos e muito suaves. A gama é constituída por um champô, um condicionador em creme, um spray condicionador, uma máscara de brilho de ouro, um óleo finalizante especialmente criado para cabelos finos e um óleo finalizante para cabelo normal.

Outra opção é a gama Elvive Total Repair, com um preço mais económico, mas resultados tão surpreendentes que me deixaram rendida. Desta gama o meu destaque vai sem dúvida para aquele que considero o produto estrela da companhia, a máscara Elvive Total Repair 5 – Instant Miracle. Uma máscara que atua num minuto (sim, 60 segundos apenas) e que devolve aos nossos lindos cabelinhos aquilo que eles tanto merecem, vida. É por isso que lhe chamam “o milagre dos cabelos”!

Outra marca que muito tem feito pelos cabelos das mulheres de todo o mundo, é a Kérastase e talvez seja das marcas que mais resultados vejo no meu cabelo logo após a aplicação. A linha Force Architecte, é a minha eleita para esta fase. Fortalece a fibra capilar, reconstrói e repara os cabelos estragados, espigados e quebradiços do sol. Começa-se pelo Bain Force, um champô reconstrutor e depois a máscara Masque Force Architecte em camadas, da raiz às pontas, para maximizar a reconstrução da fibra, ambos aplicados através de uma massagem. Após retirar o excesso de humidade com uma toalha, aplica-se uma dose de Ciment Thermique, para dar textura ao cabelo. Seco o cabelo, para finalizar, nas pontas uma pequena quantidade do Sérum Reconstrutor Fibre Arquitecte.

Estes são os meus eleitos este ano, de entre muitos outros que vou experimentando. Acho que se há coisa com que me perco é com máscaras, séruns, champôs, amaciadores e toda a panóplia de produtos para cabelo que fazem (ou prometem) milagres e com os quais já não sei viver! Experimentem e verão.

Palavra de P.

 

por Paula Salgueiro

« « Chocolate…Pela sua saúde | Ténis ao alto! » »

Comentar

Comentários

Deixe o seu comentário